Securitário, não se deixe enganar por Fake News

Confundir, desinformar, tumultuar e criar factoides. Infelizmente essa prática ganhou corpo nos últimos anos no Brasil e no mundo.

No meio securitário tem circulado a falsa informação de que o Sindicato dos Securitários estaria cobrando 12% de Contribuição Assistencial. Isso é mentira. É falso. É Fake News.

Essa desinformação visa desestabilizar o processo de negociação coletiva e serve para que algumas empresas usem de má fé e incitem seus colaboradores a utilizarem o Banco de Horas para se dirigirem ao prédio do Sindicato com sua carta de oposição.

A Contribuição Assistencial é paga pelo trabalhador uma única vez ao ano e corresponde à remuneração de um dia normal de trabalho (1/30 da remuneração mensal).

Por exemplo: um trabalhador que recebe R$ 2.000,00 (dois mil reais) irá dividir seu salário por 30 dias, que é igual a R$ 66,66 (sessenta e seis reais e sessenta e seis centavos). Esse valor de R$ 66,66 equivale a um dia de trabalho e será a cota de colaboração do trabalhador para subsidiar o seu sindicato.

A contribuição assistencial é para custear as atividades do sindicato, principalmente as negociações coletivas em que todos os trabalhadores são beneficiados com reajustes salariais, vales-refeição e alimentação, auxílio creche, 13ª cesta, entre outros, sejam filiados ou não.

Securitário, esteja atento a mensagens enviadas em grupos de WhatsApp e redes sociais, ou publicações de pessoas que sempre atacam o Sindicato e nunca estiveram ao lado da categoria securitária.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Compartilhe pelo Facebook
Share on whatsapp
Compartilhe pelo WhatsApp

Deixe abaixo o seu comentário

Departamento Médico

Departamento Médico e Odontológico

Diversas soluções em um mesmo local.
Ajudamos você a conquistar seu melhor sorriso.